Relembre personagens LGBT de American Horror Story

Para nossa alegria, a série estadunidense American Horror Story foi renovada para mais três temporadas! E na deste ano, contará com a participação do ator Macaulay Culkin, ícone da nossa infância, e terá o retorno de Sarah Paulson e Evan Peters! Além disso, foram confirmadxs no elenco Lily Rabe, Finn Wittrock, Kathy Bates, Billie Lourd, Leslie Grossman, Angelica Ross e Adina Porter! Já estamos todxs ansiosxs, não é mesmo?! E enquanto esperamos, que tal relembrarmos personagens LGBT que passaram pela série?! Confira!


Lana Winters


Ela é uma jornalista ambiciosa que quer expor os segredos do sanatório Briarcliff. Interpretada pela diva Sarah Paulson, é uma das personagens de destaque da segunda temporada, "Asylum". Como a homossexualidade era considerada uma doença mental na época, Lana acaba dentro do manicômio por ser lésbica, sofrendo diversos tipos de tortura. Sem dúvida, um dos papéis mais emblemáticos da atriz em American Horror Story! Lana... Lana "Banana"...

Liz Taylor


Interpretada por Denis O'Hare, a diva Liz Taylor é um dos destaques da quinta temporada. Sempre muito elegante, é a bartender e uma das recepcionista do hotel da vampira Condessa, interpretada por Lady Gaga. Foi neste local, aliás, que Liz pôde finalmente ser quem era e viver um grande amor. Maravilhosa!

Chad Warwick


Interpretado por Zachary Quinto, é um dos antigos proprietários da macabra "Murder House", junto com seu namorado Patrick, na primeira temporada de American Horror Story. Como a relação entre os dois não estava indo muito bem e Chad achava que estava sendo traído, ele resolveu então comprar uma roupa de borracha de BDSM, acreditando que isso atrairia o interesse do parceiro. Mas sabemos que as coisas não saíram nada como o planejado e que fim isso levou, né?!

Condessa Elizabeth


É vampirona bissexual poderosa que você quer?! Pois temos a Condessa Elizabeth, proprietária do Hotel Cortez, dona da porra toda na quinta temporada de AHS! Interpretada pela mother monster Lady Gaga, a glamurosa personagem se envolveu tanto com homens, quanto com mulheres, como Rudolph Valentino e sua esposa Natacha Rambova, Ramona Royale, Donovan, Will Drake, entre outras pessoas... Enfim, pegou geral! Salve, salve!

Edward Philippe Mott


Foi um momento muito aguardado por fãs de American Horror Story: Evan Peters no papel de um homossexual! Isso aconteceu finalmente na sexta temporada da série, "Roanoke", quando o ator interpretou Edward Philippe Mott. Rico aristocrata do século XVIII, era um colecionador de obras de arte e antigo proprietário do casarão em Roanoke, onde mantinha sua coleção e se relacionava abertamente com um de seus escravos! Babado!

Ally Mayfair-Richards


É uma das protagonistas da sétima temporada de AHS, "Cult". Cheia de fobias e neuroses, ela é casada com Ivy, com quem tem um filho pequeno, Oz, e está sofrendo muito com o cenário político de ascensão do fascismo e a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos. Chega a ser um pouco cansativa com suas loucuras, mas é outra personagem lésbica marcante interpretada pela maravilhosa Sarah Paulson!

Quentin Fleming


Excêntrico e atrevido, é um dos bruxos da terceira temporada de AHS, "Coven". Ele é de Salém, autor de vários livros de sucesso e faz parte do Conselho de Magia. "You vicious old queen" (algo como "Sua bicha velha maldosa"), é assim que a Suprema Fiona o cumprimenta em uma cena! Este é o primeiro personagem do adorável ator Leslie Jordan, gay assumido, em American Horror Story.

Ramona Royale


Interpretada pela diva Angela Bassett, é uma das personagens de "AHS: Hotel". Ramona era uma atriz de cinema que teve um longo relacionamento com a Condessa Elizabeth, que a converteu em vampira. Porém, sua ambição em ser algo mais do que um brinquedo da Condessa fez com que ela se envolvesse com um rapper, que foi então assassinado pela enciumada vampirona-rainha. Mas é claro que Ramona não ia deixar isso quieto. Ela quer é vingança!

Dell Toledo


Discreto e fora do meio, Dell Toleto é um dos personagens de "Freak Show". Interpretado pelo ator Michael Chiklis, é o "machão" e fortão do grupo, casado com a Desiree Dupree, que tem três peitos e acredita ser hermafrodita. Antes, ele havia tido uma relacionamento com a Ethel Darling, a mulher barbada, com quem teve o filho Jimmy, o "mãos de lagosta". E de vez em quando dá umas fugidinhas do Circo de Elsa Mars para um bar gay na cidade vizinha, onde conheceu Andy, um belo garoto de programa por quem se apaixona... Dell é, sem dúvida, um dos personagem LGBTs mais complexos de American Horror Story.

Stanley


Mais um personagem de "Freak Show". Interpretado por Denis O'Hare, é um trambiqueiro vigarista sem nenhum escrúpulo que quer ganhar dinheiro vendendo os membros da trupe de Elsa Mars. E para quem não se lembra, Stanley é gay e beeeem dotado!

Will Drake


Interpretado por Cheyenne Jackson, Will Drake é um designer de moda muito famoso de Nova York que se mudou para Los Angeles em busca de inspiração, o que o levou a comprar o Hotel Cortez. Depois de se apresentar como um homem gay e mostrar uma forte atração por Tristan, Will revelou ser bissexual à Condessa Elizabeth, explicando que ama as mulheres e sua feminilidade, mas não consegue ficar excitado com elas como acontece em relação aos homens, afirmando que precisa da ajuda de um homem para conseguir transar com uma mulher. Elizabeth propõe então um ménage à trois com Tristan! Uhlala!

Gallant


Em "Apocalypse", outro papel de homossexual para o nosso querido Evan Peters: Sr. Gallant, um excêntrico cabeleireiro de Santa Monica, cuja avó Evie queria fazer dele o gay perfeito! Ele é um dos sobreviventes da explosão nuclear, preso no abrigo subterrâneo com a avó e outras poucas pessoas. E uma cena interessante é quando ele se entrega sexualmente ao homem de borracha, personagem icônico de "Murder House"... Sim, fomos nós que pedimos! Obrigado, de nada!

Jack Samuels


Interpretado por Colton Haynes em "Cult", o bonitão é o detetive que investiga os ataques dos palhaços arruaceiros. Ele tenta pagar uma de hétero, mas acaba sendo seduzido por Kai, fazendo parte inclusive da sua seita, e se envolve também com Harrison Wilton. Macho tóxico que chama, né?!

Harrison Wilton


Também da temporada "Cult" e interpretado por Billy Eichner, Harrison Wilton e sua esposa Meadow são os novos vizinhos de Ally e sua esposa. Embora seja gay, ele e Meadow tinham um pacto de que se casariam se ainda estivessem solteiros quando chegassem aos 35 anos. Harrison trabalhava como personal trainer em uma academia, onde era constantemente assediado por seu chefe homofóbico, e onde conheceu Kai e acabou sendo seduzido por ele, entrando também para sua seita. Além disso, Harrison é apicultor, entusiasta de armas, superfã da Nicole Kidman e tem um caso com o detetive Jack Samuels.

Ivy Mayfair-Richards


Como podemos observar, "Cult" foi uma temporada com diversos personagens LGBT! Ivy, interpretada por Alison Pill, é a esposa da neurótica Ally. A princípio, parece ser uma fada sensata que ainda mantém a cabeça no lugar frente aos acontecimentos recentes e às loucuras de sua companheira, mas no fim acabamos descobrindo algo bizarro sobre ela! Embora algumas pessoas tenham se surpreendido com a revelação, muitas já imaginavam! Que coisa, não?!

Winter Anderson


Mais uma representante da nossa comunidade em "Cult". Interpretada por Billie Lourd, essa gótica (nem tão ~) suave é a irmã de Kai, líder da seita, e babá de Oz, filho de Ally e Ivy, mulheres com quem ela se envolve... Eita! Uma personagem cheia de ambiguidades, que desperta sentimentos diversos!

Cricket Marlowe (Ashley Gilbert)


Mais um personagem gay de Leslie Jordan, dessa vez em "Roanoke". Como você deve se lembrar, essa temporada tinha uma estrutura narrativa bem diferente das outras e havia uma ficção dentro da ficção! "My Roanoke Nightmare" era uma espécie de documentário apresentado dentro da trama principal. E Cricket Marlowe era o famoso médium que encontrava crianças desaparecidas. Lembra daquela cena do coroa perguntando ao jovem motorista do Uber se ele conhecia o termo "gay for pay"? Pois é, era ele! E Cricket era um personagem deste documentário interpretado pelo ator Ashley Gilbert, que no caso, era interpretado por Leslie. Enfim, um personagem dentro de outro personagem!

Chet Clancy


Sabe aquele cara discreto e fora do meio?! Um exemplo é este personagem de "1984", interpretado pelo atleta Gus Kenworthy, esquiador e medalhista olímpico e também gay assumido! Ao contrário do ator, seu personagem, o padrãozinho delícia Chet Clancy, é um atleta que não conseguiu se dar bem nos esportes pelos seus hábitos não muito saudáveis! Apesar de ter aparecido bastante sem camisa, exibindo seu corpitcho sarado, sua (bi)sexualidade não foi explorada... Uma pena, né?!

Kai Anderson


Enfim, para terminar, um personagem narcisista, que ama mais a si mesmo, mas que se relaciona também com pessoas do mesmo sexo para atingir seus objetivos escusos... Sim, estamos falando de Kai Anderson, líder da terrível seita de "AHS: Cult". Foi interpretado pelo (delicinha ~) Evan Peters, que nos proporcionou algumas cenas sem camisa e homoeróticas nessa temporada (obrigado, Ryan Murphy!). Mas esse personagem fez a gente é passar muita raiva! Outro exemplo de macho tóxico!


É isso, por enquanto é só! Esperamos que essa lista cresça ao longo das próximas temporadas! E se depender de Ryan Murphy, reizinho da representatividade LGBT na TV, isso com certeza vai acontecer!! Ficamos no aguardo então! ;)

Por Tiago Elídio...

Comentários

Newsletter

Postagens mais visitadas

Facebook